Erro na Linha: #4 :: session_start(): open(/var/cpanel/php/sessions/ea-php56/sess_t3pr45dov6h36t07i3kaedojd5, O_RDWR) failed: No such file or directory (2)
/home/u506621710/public_html/includes/header.php

Internucleos

Perguntas Frequentes (FAQ)


A Plataforma

A Internucleos Research Community é uma plataforma desenvolvida para atender às necessidades de pesquisadores, formando uma rede internacional e um grande ecossistema de produção de conhecimento científico. Ao utilizá-la, é possível criar textos, pesquisar e submeter trabalhos para avaliação de pares.

Criada por Midierson Maia, Phd da Universidade de São Paulo (USP), a Internucleos oferece diversos recursos que ajudam professores, alunos e pesquisadores aumentarem a produtividade no trabalho científico. Alguns recursos, como o gerenciador de referencias bibliográficas representam uma economia de, em média, 30% no tempo gasto para escrever um artigo, uma tese ou uma dissertação. O gerenciador de referencia bibliográfica padroniza os textos a partir de normas utilizadas por programas de pós-graduação e por revistas, como aquelas definidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Além disso, a plataforma garante mais segurança ao pesquisador, uma vez que os trabalhos são salvos em nuvem, reduzindo as possibilidades de perda de dados. Quando se escreve usando o editor da Internucleos, é possível ativar recurso que salva o texto automaticamente a cada 60 segundos.

Direcionada a pesquisadores, professores universitários, doutorandos, mestrandos e mesmo estudantes que estejam em processo de elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) na graduação ou na especialização (pós-graduação lato sensu), a Internucleos tem ferramentas que possibilitam, ainda, o acompanhamento de professores-orientadores e o combate ao plágio. Como ecossistema de produção científica, outra grande vantagem é o contato estabelecido entre os pesquisadores e a facilidade para a busca de trabalhos publicados.

A plataforma reúne artigos produzidos usando a própria tecnologia da Internucleos, mas também conteúdo derivado de curadoria, que seleciona trabalhos entre as revistas de maior impacto e credibilidade no Brasil e no mundo. Todas as áreas do conhecimento são contempladas.

Além disso, o pesquisador disponibiliza um currículo na plataforma. A tecnologia permite que as informações sejam abastecidas não só pelo usuário, como também por profissionais das áreas administrativas das universidades, facilitando o fluxo e a visibilidade.

Todos são bem-vindos, podem fazer buscas e ler trabalhos publicados na plataforma. Entretanto, para assegurar a qualidade dos textos, facilitar a busca por referências e valorizar a trajetória e o patamar alcançado, há quatro níveis:

  • Nível 4

    – são os pesquisadores ligados a programas de pós-graduação. É necessário ter produção científica considerável e qualificada. São exigidos, no mínimo, dois artigos a cada ano no último triênio, preferencialmente em revistas classificadas como A1 ou A2 pela Capes. São considerados ainda livros, em editoras com comitê editorial, conferências como convidado, projetos de cooperação internacional e publicações no Exterior. Este é o único nível que pode avaliar trabalhos e homologá-los na plataforma. Esses pesquisadores não pagam para participar da Internucleos e usar todos os recursos. Eles podem fazer a indicação de amigos e outros pesquisadores do mesmo nível.

  • Nível 3

    – são professores de faculdades, centros universitários e universidades que não fazem parte de programas de pós-graduação. São mestres e doutores, que podem submeter trabalhos e ser avaliados. Nesse nível, no entanto, ele só pode avaliar trabalhos de orientandos.

  • Nível 2

    – são estudantes de mestrado e doutorado, portanto, pesquisadores em processo final de formação. Podem usar todas as funcionalidades da Internucleos e submeter trabalhos, além de enviá-los para revistas. Esses usuários não podem avaliar ou homologar.

  • Nível 1

    – são estudantes de graduação, que estejam fazendo TCC, ou de pós-graduação lato sensu, ou seja, em estágio inicial de formação como cientistas. Nesse caso, a plataforma funciona com um ambiente virtual de aprendizagem, em que ele pode escrever e submeter ao professor responsável, mas não pode publicar. Os trabalhos são avaliados apenas pelo orientador.

Há duas versões: uma em português (http://www.internucleos.com.br) e outra em inglês (http://www.internucleos.com), com o objetivo de atender pesquisadores brasileiros e estrangeiros.


O Editor de Textos

Ao fazer o log-in no sistema, o usuário tem acesso ao Meu Perfil, onde estão suas informações pessoais, como uma súmula curricular e os links das redes sociais que utiliza. Por essa tela, também é possível acessar o link Estatísticas, com informação sobre número de publicações e citações de seus trabalhos por outros pesquisadores na Internucleos.

Logo abaixo das informações pessoais, o pesquisador tem acesso a todos os documentos que produziu usando a plataforma, na seção Minhas Atividades Acadêmicas.

Ao clicar em Criar um Documento, o pesquisador tem acesso a campos para preencher os elementos pré-textuais de seu trabalho, ou seja, título, resumo e palavras-chave em duas línguas, além dos nomes dos autores e de um minicurrículo. Quando o trabalho é publicado na plataforma, as palavras-chave transformam-se em links, que dão acesso a uma lista de outros trabalhos que também as utilizam, para facilitar a pesquisa e a difusão do conhecimento em cada área.

Criado o documento, o pesquisador tem acesso à tela em que irá escrever. Nessa etapa, as funcionalidades são operadas como num editor de texto. Há ícones para formatar, colocar palavras em negrito (B), itálico (I) e sublinhado (U), selecionar o tamanho da fonte, inserir parágrafos, tabelas, figuras e entrelinhamento. Ao passar o mouse pelos ícones, o usuário tem a informação de qual f uncionalidade pode ser ativada. Todas são selecionadas com um clique simples.

No alto do editor de texto, existe uma barra de ferramentas. As funcionalidades estão disponíveis ali, de modo intuitivo e simples, bastando um clique para acionar qualquer uma delas.


Sim. Para isso, basta clicar em B (para negrito), I (para itálico) ou S (para sublinhado). Esses ícones são os três primeiros na barra de ferramentas, à direita da tela. Na sequência, há o ícone Remove Font Style, que exclui a formatação.


No ícone Fonte Size é possível selecionar o tamanho desejado, que varia entre 8 e 150. O tamanho 12 é o mais indicado para os trabalhos. É possível também selecionar o entrelinhamento no ícone Line Height, variando de 1.0 a 3.0.


Sim. Para oferecer mais conforto, facilitar a navegação e a visibilidade enquanto escreve, o pesquisador pode clicar em Full Screen. Dessa forma, o editor de texto é maximizado, ocupando o tamanho total da tela do computador.


O ícone Citation, na barra de ferramentas do editor de textos, permite a inserção automática da referência de uma citação. Ao clicar, o usuário tem, automaticamente, acesso a uma lista de trabalhos (livros, artigos, revistas etc.). Essas referências são alimentadas pelos próprios usuários, de acordo com as citações que realizam em seus trabalhos.


Ao abrir a lista de referências, o usuário pode localizar um trabalho pelo nome do autor ou pelo título da obra que pretende citar, usando para isso o campo Search. Ao localizá-la, basta um clique em + para inclui-la no trabalho. No corpo do texto, o autor terá a referência no formato ABNT (sistema autor-data). Ela também é inserida, automaticamente, de modo completo, nas referências bibliográficas, ao final do texto, em seção correspondente.

Caso o usuário não encontre a referência à obra que pretende citar, ele deve ir até a seção Referências, abaixo do editor do texto, e cadastrá-la. Para isso, preencherá os dados necessários, começando com o tipo de documento: tese, livro, revista, artigo em site ou website. Depois, vai inserir nome(s) do(s) autor(es), título da obra, edição, cidade, editora, ano da edição e os demais dados, de acordo com o tipo de documento e as exigências da ABNT. Uma vez inseridas as informações, a plataforma gera a referência e ela fica disponível no banco para citação e inserção por qualquer usuário.

Basta clicar em Footnote na barra de ferramentas do editor de textos. Uma janela será aberta para a digitação. Automaticamente, o editor faz a numeração e a inserção no texto. As notas ficam visíveis em seção específica, abaixo das Referências.

Sim. A Internucleos foi pensada para que qualquer tipo de documento acadêmico, em todas as áreas do conhecimento, seja criado e editado na plataforma. Para inserir uma tabela, o usuário deve clicar no ícone Table, na barra de ferramentas e selecionar a quantidade desejada de linhas e colunas. No caso das figuras, ao clicar no ícone correspondente, Pictures, o usuário pode selecionar uma imagem armazenada em seu computador ou, então, indicar o link para uma figura na web. As imagens podem ser alinhadas à direita, à esquerda, justificadas ou centralizadas, bastando para isso clicar nos ícones correspondentes na barra de ferramentas.

Abaixo da janela em que o texto é escrito, à esquerda da tela, existe o ícone Salvar (Save). Para facilitar, o usuário pode programar para que o sistema salve o documento a cada 60 segundos. Isso é feito ativando a opção Save each 60s automatically, localizada logo abaixo da caixa de texto, à direita da tela. No alto do texto, o usuário pode observar o status como “Salvo” e “Não Salvo”.

Sim, é possível. Mas, para garantir as boas práticas acadêmicas e inibir o plágio, as citações têm o limite de 4,5 mil caracteres. Esse valor é considerado tanto para trechos de textos publicados na Internucleos quanto que estejam em outros locais e o usuário deseje utilizar dentro da plataforma. Para copiar e colar trechos, é preciso clicar em Copy Citation, no alto da tela. Depois, basta usar os comandos de CTR+C e CRT+V.

Para isso, o usuário deve clicar em Paragraph e selecionar a opção desejada. Nesse ícone, também está disponível a opção de criar recuo para as citações com mais de três linhas, conforme norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Há atalhos para cada tipo de formatação.
Para acionar o alinhamento à esquerda, basta CTRL+SHIFT+L. Para centralizado, CTRL+SHIFT+E. Se você precisar alinhar à direita, pode usar CTRL+SHIFT+R. Por fim, para texto justificado, o atalho é CTRL+SHIFT+J.

Basta clicar no ícone Paragraph, na barra de ferramentas. Depois, é necessário clicar em Indent. Para facilitar, foi criado também um atalho. Ao digitar o texto, para implantar o recuo, basta CTR+[.


Outras Informações

A Internucleos está à disposição para solucionar problemas e criar funcionalidades, caso seja necessário, para atender a demandas específicas de cada área do conhecimento. Para isso, basta clicar em Contact, no alto da página, preencher os dados e encaminhar a mensagem com a solicitação ou dúvida.

Após finalizar a escrita, o usuário tem a opção de imprimir o texto, salvá-lo em PDF para encaminhar para uma revista, por exemplo, ou, então, publicá-lo na própria Internucleos, tornando-o visível à rede de pesquisadores cadastrados. Nesse último caso, o texto será avaliado por outros usuários do mesmo nível, de modo cego, ou seja, sem a identificação do autor. Para isso, é preciso clicar em Send to Peer Review. Esses avaliadores podem fazer comentários ao trabalho, que ficam visíveis somente ao autor, na seção Comments from reviewer, na parte de baixo da tela, quando o texto for aberto no editor de texto. Uma vez avaliado e homologado pelos pares, o artigo é publicado e não poderá mais ser editado.

Após a avaliação pelos pares, quando o texto é publicado na Internucleos, ele fica disponível para a leitura pelos demais usuários. O leitor emite um conceito de 1 a 5, representado por estrelas, o que permite um ranqueamento do pesquisador e do trabalho na plataforma. O ranqueamento do pesquisador depende das avaliações dadas pelos leitores, pela quantidade de trabalhos publicados e pelo número de citações por outros autores.

Para ter acesso aos pesquisadores que formam a rede da Internucleos, basta clicar em Pesquisadores, no alto da página, na tela inicial após o log-in. É possível fazer a busca de acordo com o ranqueamento, que vai de uma a cinco estrelas. Basta selecionar o filtro desejado. Há ainda a possibilidade de listar todos os inscritos na plataforma, independentemente do ranking.

Após a busca, o sistema oferecerá uma lista dos pesquisadores, apresentando o minicurrículo, o nível, a quantidade de trabalhos publicados na Internucleos (livros, artigos etc.), o número de citações feitas por outros autores, além de indicações das redes sociais. Ao clicar no nome de um pesquisador, a página pessoal dele é aberta, onde, além das informações pessoais e currículo, estão disponíveis os trabalhos publicados e homologados (avaliados por pares).